×

Comentários

    FORGOT YOUR DETAILS?

    Só faltam 4 jogos- Uma análise realista e lúdica do resultado.

    O Grêmio só precisou ser Grêmio e mostrou que soube sofrer, o que é muito bom.
    A Arena Gremista vai te mostrar como esse time de hoje lembra o time de 1995 e isso é muito importante. A grande diferença está no banco de reservas, porque se Felipão foi um zagueiro grosso e ruim, Renato Portaluppi foi um dos melhores jogadores que o Brasil já viu.
    Para o Grêmio, resta apenas 4 jogos para o título e nós podemos afirmar que a chance é grande. Porque, o time reúne duas coisas muito importantes: sabe sofrer e quando precisa joga bola.
    Começa por um goleiro muito seguro, uma zaga boa e laterais que cumprem bem o papel. O meio campo é muito bom, com Luan então é muito melhor e pode tem um contra-ataque fatal. E no ataque não tem mais Jardel, porém tem Barrios que também cabeceia muito bem.
    Todos esses ingredientes nos fazem relembrar de 1995 e se terminar em título será lindo. Na realidade isso irá acontecer e tudo deve-se a Renato Portaluppi que vem fazendo um grande trabalho.
    Hoje a Arena Gremista fará uma análise imparcial (mentira, bem parcial) sobre o jogo e também ressaltar o Botafogo, que valorizou muito a vitória. Vamos ao todo, porque foi um jogão.

    Dois tempos distintos
    Jair Ventura avisou que colocaria o time para frente e assim o fez, o Botafogo amassou o Grêmio. Só que se não tem mais Danrlei, agora tem Marcelo Grohe, que ontem fechou o gol. Literalmente, para o Botafogo não sobrou absolutamente nada, a não ser perder gols.
    Temos que reconhecer também que a trave foi muito importante, porque evitou um dos gols. Porém, a Arena Gremista sabe que nenhum time é campeão se não tiver sorte e isso o Grêmio teve.
    Só que no fim do primeiro tempo, Renato Portaluppi mostrou que é um técnico que enxerga o jogo. Porque, simplesmente substituiu Léo Loura por Everton e muita gente ficou sem entender.
    Nós da Arena Gremista não temos bola de cristal, porém é provável que o técnico tenha dado um choque no time. Porque, no segundo tempo o jogo foi outro, muito mais raça, mais disposição e também técnica.
    E aí o Grêmio simplesmente amassou o Botafogo e aos 17 do segundo tempo o grêmio de 95 voltou. Se Paulo Nunes corria igual a um diabo loiro e cruzava para Jardel cabecear, ontem foi parecido.
    Edilson cobrou a falta na cabeça de Lucas Barrios e aí o centroavante não perdoou. Gol do Grêmio e alegria dos torcedores, porém antes disso e até depois o goleiro botafoguense trabalhou muito.
    Aliás, devemos reconhecer que o alvinegro carioca valorizou muito a classificação e a gente tem que reconhecer isso. Um time que com um investimento modesto, teve raça, técnica e por pouco não passou. Se fosse qualquer outro adversário que não tivesse a mística do Grêmio, o resultado poderia ser outro e hoje o texto também seria diferente.

    O que esperar do Barcelona?
    Então, a Arena Gremista agora chega a um ponto bem interessante que é o Barcelona de Guayaquil. O time não é técnico, mas corre muito e fisicamente é muito forte, o que é um risco.
    A boa notícia para o Grêmio é que terá um mês pela frente, tempo de sobra para recuperar os jogadores. Sem contar, que também dá para entrosar mais ainda o time e focar no Brasileiro.
    Portanto, podemos ver e até definir que o Grêmio está muito próximo de chegar a final. Porém, será necessário muito cuidado com o time equatoriano e também ter atenção, porque a equipe eliminou o Santos.
    Num outro jogo que foi bem complicado e o Barcelona anulou o Santos, catimbou e no fim, ainda levou o um a zero. Por essas e outras é que é necessário muito cuidado, principalmente aos contra-ataques.
    Time por time o Grêmio é muito melhor, porém a força física e a disposição do outro time, são invejáveis. Porém, Renato Portaluppi já mostrou que não precisa de curso para aprender.
    Ele tem a capacidade nata de enxergar o jogo e fazer o Grêmio um time mais eficaz. Porque, joga muito com a bola nos pés e mais ainda sem ela, ingredientes que são essenciais para levar o time a um título.
    A Arena Gremista mostra para você que o time equatoriano é difícil de ser batido, porém jogada sem o seu principal jogador. No caso, o bom atacante Jonatan Álvez que contra o Santos fez dois gols.

    Existe algum ponto negativo?
    Renato Portaluppi já identificou e deve trabalhar isso ao longo do tempo, porém o Grêmio tem feito jogos aonde não joga bem os dois tempos. Obviamente, que isso é frequente, porém dependendo da intensidade poderá ser determinante para perder o título.
    Dessa maneira, é essencial corrigir isso e principalmente, fazer com que o time aproveite ambos os tempos. Se isso acontecer, nós da Arena Gremista teremos o maior prazer em anunciar que o time disputará o mundial.
    A Libertadores é um torneio aonde os times mais técnicos normalmente sentem dificuldades. Por isso, que estar concentrado é sempre muito importante e isso é bom.
    O Grêmio tem todas as condições de buscar o título e nós acreditamos que até consiga, porém tem que ter cuidado. Se continuar a ter esses problemas de jogar um tempo bem e outro ruim, as coisas podem não dar certo.

    Foca no Brasileiro ou não?
    Nesse um mês que teremos até o jogo contra o Barcelona, existirão várias partidas pelo Brasileiro e dá para colocar força máxima. Pois, mesmo a dez pontos atrás ainda dá para buscar o título, sem contar que dá para entrosar o time.
    Só que no momento em que estiver chegando perto do jogo, será necessário optar por uma competição. E nós da Arena Gremista imaginamos que Renato Portaluppi faça a opção pela Libertadores.
    Por fim, mas não menos importante, esse Grêmio lembra o time de 1995 e resta apenas saber se o resultado será o mesmo.

    TOP