×

Comentários

    FORGOT YOUR DETAILS?

    Chegou a hora- Grêmio precisa da vitória no jogo de hoje contra o Barcelona
    A Arena Gremista traz uma análise sobre a partida que pode fazer o Grêmio dar mais um passo rumo ao título da Libertadores
    A Arena Gremista informa que a hora chegou e finalmente é o dia 25, o imortal tem o jogo mais importante dos últimos dez anos. Trata-se de uma semifinal de Libertadores e a chance de ser campeão é real. Entretanto, é preciso muita atenção, porque do outro lado tem uma grande equipe.
    O Barcelona eliminou o badalado Palmeiras e o Santos, em jogos aonde jogou bem dentro de sua casa e melhor ainda fora. Para o Grêmio é um jogo muito complicado e difícil. Entretanto, a vitória precisa vir e se jogarem com determinação, virá.
    O ponto forte da equipe de Renato Portaluppi é saber a hora certa de atacar e também o momento de cozinhar a partida. Hoje, isso será fundamental, porque o adversário é frio, catimbeiro e sabe como tirar os jogadores brasileiros do sério, fazendo com que o jogo possa ser dramático.
    Pelas informações que a Arena Gremista apurou o time jogará com força máxima. Em linhas gerais, é provável que o time consiga ser o melhor para esse momento. Com as possíveis entradas de Michel e Luan, o time ganha em consistência e criatividade.
    É, todos os caminhos levam o torcedor gremista até Guayaquil, porque será necessário. Aos companheiros que não estiverem lá de corpo, que estejam de alma e presenciem o jogo mais importante do ano. A Arena Gremista traz uma análise sobre a partida e o que Grêmio precisa fazer para vencer.

    Grêmio
    Renato Portaluppi ainda não confirmou a equipe, porém pelas informações apuradas o time jogará com força máxima. A escalação deve ser: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho; Barrios.
    Em linhas gerais é provável que Renato Portaluppi arme a equipe em um 4-2-3-1 variando para um 4-3-3 com a bola. Porém, em alguns momentos Ramiro será esse jogador de lado, enquanto Luan ficará centralizado. Entretanto, também pode existir uma maior variação.
    Não se espantem se em algum momento do jogo, o desenho tático virar um 4-1-4-1. Tudo faz parte da tática de Renato Portaluppi, de tentar neutralizar o meio-campo adversário. Pelo que a Arena Gremista acompanhou, é muito provável que o time equatoriano jogue justamente pelo meio.
    O meia Damián Díaz é um jogador de muita qualidade, bom passe, dribles e catimbeiro. Portanto, é um cara que precisará ser muito bem marcado e Michel terá trabalho. Em alguns momentos, é provável que Arthur e Ramiro terminem por marca-lo e não deixar toda a responsabilidade em cima de Michel.
    Para o Grêmio é um jogo de paciência, consistência defensiva e principalmente estratégia. O time equatoriano joga melhor fora de casa do que dentro de seus domínios. Então, é um jogo de 180 minutos e não uma partida que vá ser decidida totalmente hoje, é que os jogadores tenham muito equilíbrio emocional.
    A Arena Gremista acredita que é uma partida para conseguir um bom resultado. Talvez uma vitória e até um empate, porém fazendo gols e não perdendo. Porque, o adversário marca muito bem e poderá complicar a partida, caso consiga fazer um gol e aí o jogo de volta vira uma partida suicida.

    Como o Barcelona vai jogar
    O time equatoriano vem desfalcado do goleador Jonatan Álvez e o volante Gabriel Marques, que estão suspensos. Por essa razão, o time virá sem jogadores que são muito importantes tanto taticamente quanto tecnicamente. É o momento do Grêmio aproveitar essa oportunidade.
    Pelas informações que a Arena Gremista apurou o time equatoriano jogará: Banguera; Velasco, Aimar (Luis Caicedo), Arreaga e Pineida; Minda, Oyola; Esterilla, Damián Diaz e Vera; Ariel Nahuelpán. Uma equipe que a princípio pode até parecer sem nome, porém é um bom tipo de futebol.
    As equipes que tem bons jogadores devem dar espetáculo, entretanto as que não possuem craques, precisam vencer. O Barcelona é um exemplo clássico disso, ou seja, joga para vencer. Não espere toques de bola, dribles e triangulações, o time joga o simples e assim eliminou dois grandes brasileiros.
    A tática do Barcelona é jogar pelo meio, porém com muita força física nas pontas e isso é um ponto de atenção. Não existe nada pior, do que jogar contra um time que não perde bolas. O Barcelona, contra o Palmeiras e Santos, conseguiu não perder uma dividida.
    Porém, a Arena Gremista também avisa que a maneira como o time do Equador marca é de dar inveja. São dois jogadores marcando e um terceiro na sobra, é a famosa marcação estilo Teia. Aquele que Tite fez no Grêmio campeão da Copa do Brasil em 2001 e depois no Corinthians da Libertadores de 2012.
    Sem dúvidas, é um ótimo estilo de marcação e tem tudo para complicar a vida Gremista. Entretanto, Renato Portaluppi sabe e deve fazer com que o time toque a bola rapidamente. Se ficar preso ou tentar dribles, vai perder a bola e dar o contra-ataque ao time do Equador. É um jogo para ser vencido com inteligência e o Grêmio possui isso.
    O jogo
    A Arena Gremista acredita que a partida deve ser com cara de Libertadores, ou seja, amarrada, disputada e cheia de confusão. O time do Equador sabe que não tem bola para vencer, então tentará minar o Grêmio através da catimba e também da demora.
    É uma partida para o Grêmio apostar em Luan, Fernandinho, Arthur e Ramiro, porque são jogadores que tem se mostrado decisivo. A inteligência e velocidade de Luan, os dribles e rapidez de Fernandinho, aliado a infiltração de Arthur e os chutes que Ramiro que possui, são armas poderosas.
    A Arena Gremista crê que dá para vencer a partida ou pelo menos empatar, a ideia é trazer um bom resultado. Porque, semana que vem Jonatan Álvez estará de volta. E trata-se de um grande jogador, com bom jogo aéreo e excelente técnica, o momento é de o Grêmio matar o adversário hoje.

    TOP