Decisivo

Imortal é pentacampeão e mostra ao time de vermelho quem manda no Estado.

Ok! Estamos na Série B e o ano parece ser longo, enquanto as dificuldades são imensas e com certeza tudo isso é verdade. Porém, no Rio Grande do Sul, quem manda e domina a área é o Grêmio pelo quinto ano seguido.

Em mais uma vitória sobre o Ypiranga, desta vez por 2 a 1, o Imortal, em plana Arena, conseguiu o título. Com a vantagem de 1 a 0, o tricolor tratou de abrir o placar com Bruno Alves no primeiro tempo e Rodrigues na etapa complementar, por outro lado Erick descontou para o Canarinho.

O Grêmio chegou ao 41° título gaúcho e conseguiu emendar o penta pela quarta vez na sua história. Na última oportunidade, em 1989, Assis, Cuca e Mazaropi estavam presentes, mas ainda faltavam duas taças para o maior objetivo: igualar a maior sequência de títulos estaduais, que não rola desde 1986.

Roger Machado e Geromel fizeram história, o primeiro venceu o seu primeiro título como treinador, porque havia vencido apenas como jogador nos anos 90. O zagueiro, entretanto, esteve em campo em todas as finais desde 2018 e ergueu seu quinto Gauchão.

Para essa partida, Roger Machado mandou a campo: Brenno; Rodrigues, Pedro Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti, Lucas Silva, Bitello e Campaz; Ferreira e Elias

Primeira etapa: Bruno Alves marca no finalzinho

Da mesma forma como no jogo de ida, a primeira etapa foi iniciada com o Ypiranga tentando impor o jogo. No entanto, o Grêmio levava perigo e só precisou de 7 minutos para ter a primeira oportunidade do jogo.

Campaz deu um chutão de fora da área, a bola desviou na marcação e faltou muito pouco para encobrir o goleiro rival, porém Edson mandou para escanteio. Aos 13 minutos, Elias recebeu bom passe de Bitello e perdeu um gol cara a cara com o goleiro rival.

O Imortal tentava jogadas com Ferreira, mas o gol veio apenas no último minuto regulamentar. Aos 45 minutos, Bitello cobrou falta no travessão, no rebote Rodrigues tocou para o meio da área e Bruno Alves cabeceou para marcar o gol.

Segunda etapa: Grêmio se defende, marca o segundo gol e Ypiranga desconta no fim do jogo

Necessitando do gol, o adversário voltou com muitas mudanças e faltou muito pouco para empatar no início do segundo tempo. Logo de início, Diego Profírio, teve uma bela jogada individual e, por fim, chutou para fora.

O Erechim começou com inúmeras dificuldades de furar o ferrolho tricolor. Contudo, o Grêmio encaixou bastante a marcação e não deu tantos espaços para o adversário marcar outro gol.

Com a partida 100% controlada, o Imortal chegou ao segundo gol em outra boa jogada, pouco depois dos 30 minutos. Campaz lançou para a área, Villasanti chutou e Edson espalmou. Rodrigues pegou o debote e fez um gol.

O assistente assinalou impedimento, mas o VAR entrou em cena e confirmou o gol. O Canarinho respondeu com rapidez e, no reinício da partida, Gedeílson fez um bom cruzamento para Erick descontar o gol. Logo após o gol, o Grêmio se segurou e foi campeão gaúcho pela quinta vez.

Compartilhe